9 de novembro de 2006

é, ou não é, ou não é? NÃO É!

Que saudade do trânsito de Aracaju. Que saudade do tabuleiro de damas, do traçado cartesiano, dos retornos, do congestionamento no DIA (previsto para ser minimizado com a obra do viaduto), dos 320km de ruas e avenidas recapeadas, dos remendos em outros tantos lugares.

Saudade porque aqui em Salvador, onde estou, o trânsito não faz o menor sentido. Não tem lógica dizer que a Madereira Brotas fica na avenida que passa pela Rodoviária, quando na verdade o acesso ao estabelecimento é impossível pela avenida.

Saudade porque a Comercial Ramos, que fica na avenida que vai dar no Itaigara, na verdade não fica na avenida que vai dar no Itaigara, já que por ela também não se tem acesso à casa de materiais de construção. E tome vias paralelas para chegar aos lugares; e tome retornos “láááá no GbaLbosa”...

Aliás, andar na Paralela a 80km/hora é insuportável.

É uma pena que os removedores de cimento e de ceras e tintas da Shield encomendados por dona Neyla não sejam vendidos no Hiper Sales ou no Mistão, esses sim na avenida Rio de Janeiro, e muito menos da Pisolar, essa sim na Nova Saneamento.

Saudade da simplicidade do trânsito aracajuano. E quem reclama dos pardais merece mesmo ser multado. Eles não são segredo pra ninguém. Basta cumprir a lei de trânsito.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++

Menina, olha só que “babado”!

Três matérias sobre o mundo gay estão entre as mais lidas da Folha Online neste momento (13h51). Não, eu não estou monitorando o site da Folha, mas que é no mínimo inusitado, ah isso é.

1.
Zapping - Ana Paula pede para virar repórter no SBT
2.Lista revela os 10 gays mais poderosos do Brasil; leia destaques GLS
3.Brasil cai uma posição no Índice de Desenvolvimento Humano
4.André Almada faz boate gay virar referência na noite de SP
5.André Fischer comanda portal e festival de cinema GLS

2 comentários:

Ìtalo Siqueira disse...

Esse eu não podia deixar de comentar ... (rsrsrs) Apoaido.. pelo menos podemos perceber o lado bom dos longos retornos... e também das avenidas que levam a lugar nenhum...
Salve Salvador...!

zuleide disse...

é isso...
coisa é o trânsito da cidade cinza.
tb sinto saudade da simplicidade do trânsito lá da cidade dos marechais.