14 de novembro de 2006

perguntar não ofende

Vi ontem de manhã uma matéria no programa Hoje em Dia, da Record, sobre a prisão de Tati Quebra-Barraco (cujo site oficial está fora do ar), flagrada no Rio de Janeiro dirigindo sem habilitação.

O programa, que nem é jornalístico, informou que ela já havia sido presa pela PM antes quando flagrada fumando maconha e mostrou a declaração irônica ao responder a um dos repórteres sobre o que o delegado havia dito.

Cinicamente, Tati disparou: "E tem delegado a essa hora?". Detalhe: era madrugada.

Depois, acabei vendo trechos do Jornal Hoje, na Globo. Na hora de registrar a prisão da cantora, libertada após assinar declaração para não dirigir mais sem habilitação, o jornal fez questão de esconder o questionamento feito por ela.

Uma ex-favelada não pode questionar o sistema, mas pode fazer subir a audiência do Caldeirão do Huck. A quem interessa esconder a ironia?

Não, eu não estou conspirando contra a Globo. Mas lá, nada acontece por acaso.

Achou pouco?

Então veja a matéria "oficial" do portal da Globo.com ... Além de "oficiosa"(só importa a versão dada por membros da delegacia?), a matéria tem seu carimbo de preconceito, né não?

P.S.: A foto não está devidamente creditada no portal da Globo, de onde foi copiada para este blog.

Um comentário:

kadydja disse...

Pois é, eles esconderam a fala de tati sobre a delegacia, mas não hesitaram em lembrar que ela tinha sido flagrada com UM (!!!!) cigarro de maconha há alguns meses.

E aí, quem atira a primeira pedra??